Hora de repensar a forma de usar o carro

É impossível falar no desenvolvimento econômico do século 20 sem falar na indústria dos automóveis. Ela criou modos de produção, permitiu avanços tecnológicos e norteou hábitos de comportamento de homens e mulheres que viam no carro individual um artigo de primeira necessidade, como a casa própria.

O novo século trouxe consigo novas questões: o aumento do tráfego e da poluição das cidades levou a uma busca pela democratização dos espaços urbanos e por novas formas de mobilidade. Mas o uso individual do automóvel permanece.

Trazendo em números a realidade do uso individual do carro, o jornalista americano Edward Humes, ganhador do Pulitzer, nos oferece também uma excelente oportunidade de repensar a nossa mobilidade, adotando novas medidas, como o compartilhamento de carros, as bicicletas, os serviços de aplicativos.

Confira a íntegra do artigo no site da The Atlantic

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *